“A inovação está em várias frentes, não apenas nos produtos, mas também em serviços, comunicação, acesso ao mercado, logística, infraestrutura. É nosso papel como entidade setorial fomentar a discussão sobre inovação, contribuindo para o próprio progresso da indústria de produtos para saúde animal”.
Com esse posicionamento, o Presidente do SINDAN, Elcio Inhe, abriu o Workshop Inovação em Saúde Animal, promovido pela entidade em parceria com a Innobench.
“Todas as atividades estão em mudança e isso se aplica também às cadeias da produção de alimentos de origem animal e aos animais de companhia. As empresas precisam estar atentas e se posicionar para atender às novas e crescentes demandas dos mais diferentes agentes envolvidos no negócio. Isso ocorre em termos de segurança alimentar, bem-estar e conforto animal e vários outros temas”, disse Luiz Luccas, Diretor da Alpha HLD, parceiro da Innobench.
Nesse sentido, é preciso incutir na estratégia das indústrias o conceito de melhoria contínua, pois isso pressupõe maior competitividade para enfrentar os novos desafios. Mas é preciso ir além e buscar tecnologias disruptivas, que realmente mudam o jogo para as indústrias.
Estão aí a Internet das Coisas e a Inteligência Artificial para mostrar que o novo de hoje não será tão inovador amanhã. “As forças de mercado impulsionam as mudanças nas cadeias de produção”, concorda o Presidente do SINDAN.

Pin It on Pinterest

Share This