O Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (SINDAN), entidade de âmbito nacional que reúne os laboratórios veterinários atuantes no país, passa a integrar o Sistema de Logística Reversa de Embalagens em Geral, iniciativa da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), CIESP (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) e ABRELPE (Associação Brasileira das Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais). O objetivo do grupo é atender à legislação em vigor no Estado de São Paulo.

“A indústria de produtos para saúde animal reconhece e cumpre sua responsabilidade em relação ao manejo ambiental das embalagens de medicamentos veterinários. A participação no Sistema de Logística Reversa de Embalagens em Geral é a renovação do nosso compromisso de trabalhar em prol da sustentabilidade da cadeia produtiva”, ressalta Elcio Inhe, presidente do SINDAN.

O Sistema de Logística Reversa de Embalagens em Geral envolve atualmente 37 entidades de classe de vários segmentos de negócios e conta com a adesão de mais de 500 empresas do estado. A partir da participação do SINDAN, as indústrias veterinárias associadas ao sindicato podem assinar o Termo de Compromisso de Logística Reversa e assim cumprir o que estabelece a legislação estadual da CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo). Numa primeira fase, o Sistema abrange o Estado de São Paulo. O mesmo grupo está em negociações com instituições de outros estados para expansão da iniciativa.

Todo o processo é gerido por um conselho gestor, com o rastreamento de uma empresa certificadora, que controla as transações envolvendo coleta e comercialização das embalagens.

“Com a participação no Sistema de Logística Reversa de Embalagens em Geral da FIESP, CIESP e ABRELPE, o SINDAN está contribuindo para as indústrias associadas avançarem em termos de responsabilidade com o meio ambiente”, ressalta Elcio Inhe.

Pin It on Pinterest

Share This